Postagens populares

domingo, 25 de setembro de 2016

CÂNCER: QT, QUIMIO, QUIMIOTERAPIA

QUIMIOTERAPIA


Foto Ana Pazito na quimioterapia comemorando mais uma a caminho da cura! Nove de 12!


Marina da Silva


É esta a fase do tratamento de um câncer que mais amedronta homens e mulheres (as crianças se saem melhor)! Acalme-se! Lembre-se que cada caso é um caso. Não quer dizer que você vá passar pelo mesmo perrengue que eu passei nem que vai fazer o que fiz: dei um trabalhão danado para o mundo inteiro quase levei Dr. Eduardo, meu oncologista pro hospício! He, he, he.

É o médico da quimioterapia, um oncologista, quem conduz esta parte do tratamento, após avaliar o paciente, os resultados de todos os exames, os laudos do mastologista e/ou do cirurgião que fez a mastectomia. É ele quem decidirá o tratamento indicado, quais os quimioterápicos (o mesmo que medicamentos) aos quais o paciente será submetido e em quantas sessões serão administrados. A quimioterapia pode ser a primeira etapa do tratamento ou uma das etapas seguintes e são os médicos que decidem caso a caso!

Mas por que a quimioterapia assusta tanto?
Pelo desconhecimento de como o tratamento é conduzido e pelos seus sintomas mais conhecidos: enjoo e queda de cabelo.
No entanto o tratamento é praticamente indolor. Os medicamentos quimioterápicos podem ser administrados em forma de comprimidos (via oral) ou são injetados na veia (via - endovenosa). Pode ser a quimio vermelhinha ou a branca ou as duas, uma após a outra dependendo do paciente, do estadiamento da doença e sua complexidade e claro,são os médicos que decidem o tratamento!
Enjoos, queda de cabelo e baixa de leucócitos são os sintomas mais comuns do tratamento, mas dependem dos medicamentos usados e da tolerância de cada pessoa aos medicamentos. Não há um medicamento único para ser usado em todos os tipos de cânceres como ocorre com as vacinas.

Baixa de leucócitos
Resultado de imagem para soldadinhos de defesa do organismo
www.google.com.br/images. Leucócitos é nossa "tropa de eleite"!
Os leucócitos, mais conhecidos como glóbulos brancos, são as células de defesa do organismo. São controlados através do exame de sangue - hemogramas completos - a cada sessão de quimioterapia. Uma baixa muito grande destas células de defesa leva à interrupção do tratamento aumentando o espaçamento entre as sessões que geralmente são feitas num intervalo de vinte e um dias. Não há remédios que façam aumentar a produção destas células, tudo depende da resposta do organismo aos medicamentos. Mas o bom humor, alto astral, autoestima e principalmente a Fé ajudam e muito! Tristeza, angústia, depressão, medo provocam baixa do sistema imunológico, o mesmo que baixa das defesas do organismo então...booooooooora ser leve!


Queda do cabelo
Fev/2016. Eu, loira genérica, cabelos formol, ops, formalizados!

Depende do diagnóstico, do estágio do tumor (estadiamento), dos medicamentos quimioterápicos usados. O importante é saber que os cabelos nascem de novo assim que termina a quimioterapia. Para os homens está na moda o estilo “Ronaldinho” e todo mundo sabe que “é dos carecas que elas gostam mais”. Para as mulheres, o cabelo é como um adorno, um véu, o que mais nos preocupa na hora de sair, frente ao espelho. Os médicos aconselham sempre a fazer cortes aos poucos para se acostumar com a perda dos cabelos. Eu aconselho: OBEDEÇA!  Eu recusei a cortar meu cabelão e 21 dias após a primeira quimio vive um drama tipo filme de terror! Já estava com o medão, baixa autoestima e os cabelos soltos no travesseiro e soltando todos no pente e nas minhas mãos foi pavoroso! Então vá para o salão e vá cortado aos poucos e quando começarem a cair passe máquina zero! Não acrescente dor e sofrimento a uma situação que já é penosa! Pena que quatorze anos atrás não existia Facebook e grupos de apoio virtual e blogs para alguém me dar um conselho como este!
Para quem tem coragem ou é simplesmente linda ou tem cara de artista de TV ou top model, parabéns! Assuma a careca!
Para quem é normalmente comum, com todos os dramas e medos, a saída é usar lenços, toucas, bonés, chapéus ou perucas. Pode-se fazer peruca com o próprio cabelo; existem perucas de cabelo sintético e perucas de cabelo natural (são mais caras, mas valem o dindim gasto com elas)

Lenda: não vá acreditar que o cabelo nasce bom ou de outra cor! Nasce o mesmo cabelo, só que virgem (sem tinturas, alisamentos, oxigenadas).kkkkkkkk


Enjoos (sem acento, regra nova)
Resultado de imagem para vomitaço
www.google.com.br/images. Vomitaço no temer!kkkkk

É a parte chata da quimioterapia. Tem enjoos! E, aliás, como me disse um médico, nós mulheres, já nascemos enjoadas, então durante a quimio o enjoo só piooooora! E é verdade mulheres!
Tomar pelo menos dois banhos diários, trocar calcinha todos os dias, escovar dentes, cuidar dos pelos e aqui inclui “barba, cabelo e bigodinho”, é muito enjoo, muito nojo, um verdadeiro entojo, coisa de mulher!
Para eles, os homens, que banho antes de sábado é “extra”, nem pensar; confundem palito com escova de dente e acham que usar fio dental é mostrar a bunda num biquíni cavadão, realmente fica muito complicado entender, nós, as mulheres!
Imagine se nós entendemos o lance de nunca trocar cueca, tirar meleca, mijar e coçar saco na rua! Né brinquedo não!

Voltando à Quimio:
Os enjoos durante a quimio dependem dos medicamentos usados e da sensibilidade de cada pessoa a eles. Eu tive enjoos de lascar! Vomitava até as tripas e sempre fui enjoadíssima! Outros pacientes -mulheres e homens- que conheci na quimio sentiam o mesmo que eu, o mesmo da gravidez, pouco ou nenhum enjoo. NENHUM ENJOO??? É ISSO MESMO, SÉRIO! São uns abençoados! O bom é que existem remédios ótimos para este tipo de enjoo e distribuídos gratuitamente pelo SUS.

DICA: Se não conseguir comer nada sólido nos primeiros dias após a sessão de quimioterapia tenha em casa Gatorade, água de coco, suco de gelatina e beba colheradas ou pequenos goles durante o dia; beba o máximo de líquidos (pode ser água mesmo) e vale a receita da vovó de “água de fubá”. Não sabe o que é isso??? aguarde. Lembre-se de tomar tudo frio ou gelado, pois o morno e o quente fazem a gente vomitar mais. Bju. Marina da Silva.